DestaquesEstudos

9 passos fundamentais para organizar tempo para estudar

A gestão de tempo é muito importante para o sucesso acadêmico. Estudantes de todo o mundo aprendem isso mais cedo ou mais tarde — os melhores alunos não são necessariamente os mais inteligentes, mas sim aqueles que utilizam bem o tempo disponível para estudar de maneira mais eficaz.

Organizar tempo para estudar exige mais do que um cronograma. É preciso, antes de tudo, analisar a rotina, definir as prioridades e encontrar o ritmo adequado.

Quer conhecer os passos fundamentais para planejar melhor o seu tempo de estudo? Continue a leitura!

1. Avalie como você usa seu tempo atualmente

Antes de mais nada, é preciso ser honesto consigo mesmo. Muitos acreditam que já investem bastante tempo aos estudos. Porém, a única maneira de descobrir quantas horas do seu dia você realmente dedica às atividades acadêmicas é por meio de uma avaliação pessoal de seu tempo.

O método exige o controle de toda a sua rotina. Então, pelo menos durante uma semana, anote todas as suas atividades — desde a hora de levantar até o momento de ir para a cama. Isso significa anotar todos os detalhes e, no final de semana, adicione o total de tempo gasto em cada tarefa.

Conte quantas horas você gasta comendo, quanto tempo passa no trânsito, as horas dedicadas ao estudo e até mesmo falando ao telefone — até ter uma visão completa de como o seu tempo é empregado.

Se achar que está perdendo muitas horas com atividades menos produtivas do que estudar, tente equilibrar sua programação. Comece eliminando o tempo perdido através de pequenos ajustes em seus hábitos e comportamentos, a fim de sobrar mais tempo para os estudos.

2. Faça uma lista dos assuntos e matérias

Depois de fazer uma avaliação honesta do tempo atualmente gasto com os estudos, que tal se organizar em torno dos conteúdos principais e mais importantes? Insira as tarefas previsíveis em seu calendário e liste as matérias e tópicos que você mais precisa estudar. Use o currículo do curso para ter certeza de não ter esquecido nada importante.

Quebre seu plano de estudos e divida-o em assuntos. Geralmente, alunos fazem várias matérias, cada uma com necessidades e exigências diferentes. É importante planejar e identificar corretamente o tempo que você gasta em cada tópico para distribuí-lo melhor.

3. Programe sessões de estudo em intervalos curtos

Outra maneira de otimizar o tempo disponível para o aprendizado é programando sessões de estudos em intervalos menores — como em blocos de 20 ou 30 minutos. Maratonas costumam ser contraproducentes, enquanto técnicas como a Pomodoro ajudam a absorver mais conteúdo.

A técnica Pomodoro gira em torno da ideia de um esforço concentrado — separado por breves intervalos de cinco ou dez minutos. Você ativa um cronômetro por cerca de trinta minutos e se dedica a uma atividade sem interrupções, ou seja, sem notificações no celular ou visitas constantes às redes sociais.

Além de ser positivo para a sua concentração, o recurso funciona porque blocos de estudo mais curtos são também mais fáceis de incluir em sua agenda, sendo uma ótima ferramenta para a produtividade e controle do tempo — principalmente para quem trabalha e estuda.

4. Defina bem suas prioridades

Aprenda a definir suas prioridades. O objetivo da gestão de tempo é entender como alocar suas horas com sabedoria, para que você possa atingir suas metas.

Cada matéria exige atividades diferentes — como leitura, escrita e pesquisa — e cada uma demanda menos ou mais tempo. Portanto, decida quais delas você deve completar em uma base semanal, mensal e anual. Esse planejamento antecipado aumentará sua consciência, tornando menos provável que você desperdice seu tempo no futuro.

5. Faça um cronograma de estudos

Quando estabelecemos prioridades, a melhor maneira de organizá-las é com um cronograma de estudos. Crie o seu e tente respeitar suas diretrizes, certificando-se de que desenvolveu um sistema com o qual está confortável. Procure configurar sua agenda na seguinte ordem:

  • marque compromissos fixos, como aulas, seminários e trabalhos, ou seja, todas as atividades que você não pode mudar;

  • adicione tempo para os estudos. Reserve grandes seções de seu dia para o estudo, organizando seus horários de acordo com seu relógio biológico. Nada de incluir tempo de estudo naqueles momentos em que você sabe que estará mais cansado;

  • marque outras atividades — como esportes ou cursos de idiomas — em seu calendário. Esses momentos são essenciais para manter a saúde física e mental, mas não devem ter a mesma prioridade que a sua rotina de estudos.

6. Use um calendário

Um bom cronograma de estudos gira em torno de um calendário mensal. O ideal é ter um calendário físico, e não um aplicativo em seu telefone.

Ali você pode anotar todas as datas importantes, prazos e exames para que estejam sempre presentes em seu ambiente de estudos — como um lembrete visual.

Esse recurso vai torná-lo mais consciente das datas importantes e permitirá que você reajuste e reorganize os planos se estiver atrasado em alguma atividade, por exemplo.

Para obter sucesso na carreira é preciso muito esforço e estudo. Portanto, acostume-se de vez com a necessidade de se organizar em torno de um calendário.

7. Encadeie as atividades de forma lógica

Falamos anteriormente sobre conhecer o seu próprio ritmo e agendar atividades em torno dele, mas você deve fazer isso sempre que possível. Caso opte pelo ensino a distância você poderá fazer isso com mais liberdade.

Se você sente sono após o almoço, use o tempo para uma caminhada em vez de tentar manter seus olhos abertos sobre um livro Assim, em momentos em que estiver mais desperto e pronto para absorver o conteúdo, dedique-se a ele.

8. Mantenha-se organizado

Manter-se organizado é fundamental para conservar algum tempo ao longo da semana, principalmente se estiver fazendo muitas aulas de uma só vez. Quem trabalha e estuda tem mais um incentivo para administrar muito bem o próprio tempo e manter a organização em dia.

Tenha pastas, cadernos e fichários para cada aula, a fim de navegar rapidamente entre os conteúdos. Evite a desordem e desorganização em seu espaço de estudo e aproveite recursos como o ensino a distância para encaixar o aprendizado em sua rotina corrida, sem precisar gastar horas de deslocamento.

9. Planeje algum tempo de inatividade

Você não é um robô, certo? Por isso, programe algum tempo para relaxar, refrescando sua mente e corpo. Nossa produtividade melhora — e muito — após um período de descanso e relaxamento.

Por isso, dormir o suficiente também é muito importante. O ideal é se planejar para dormir ao menos 8 horas por noite. Um estudante com o sono em dia rende muito mais nos estudos.

Agora que ensinamos como organizar o tempo para estudar, saiba como escolher uma capacitação profissional para melhorar seu currículo, adquirir novos conhecimentos e habilidades — e tornar-se um profissional de sucesso!

Share This