Carreira

Coaching e gestão por competências: como se capacitar para desempenhar essas áreas tão valorizadas pelo mercado?

Os recursos humanos de uma instituição são o que ela tem de mais estratégico. Há alguns anos, essa afirmação não fazia sentido para a maioria dos empresários. Entretanto, hoje, as empresas mais competitivas já reconhecem esse fato. É por isso que técnicas como coaching e gestão por competências são cada vez mais valorizadas no mercado.

Você sabe o que é cada uma delas e como as duas se relacionam? Leia este post e entenda o que essas metodologias agregam para o empreendimento. Além disso, vamos falar também sobre como se preparar para assumir essa função e se tornar um diferencial importante na empresa. Aproveite!

O que é gestão por competências?

Essa estratégia foi desenvolvida para aperfeiçoar o gerenciamento das pessoas dentro de uma organização. A gestão por competências tem como objetivo avaliar e acompanhar os colaboradores a partir de indicadores referentes a seus conhecimentos e habilidades técnicas e comportamentais.

O objetivo, claro, é alocar as pessoas em cargos que aproveitem o máximo de suas competências. Assim, tanto a empresa quanto o colaborador usufruem dos benefícios. Para tornar possível a gestão por competências, alguns passos são importantes, como: mapear as habilidades organizacionais e os conhecimentos necessários em cada função, identificar as qualidades do colaborador e estabelecer conexões entre esses índices.

Além de reconhecer talentos, essa modalidade de gestão visualiza também as necessidades de treinamento. Proporcionar crescimento para os funcionários é um grande diferencial da empresa que investe em pessoas que já estão integradas aos valores e aos processos do lugar. Por isso, promover o desenvolvimento de novas habilidades é função do gestor de recursos humanos.

O que é coaching empresarial?

Essa outra estratégia organizacional também vai ao encontro do desenvolvimento de novas capacidades para os colaboradores. A função do coach é auxiliar na ascensão profissional e pessoal dos funcionários. Para isso, ele observa detalhes da empresa e de cada um, recolhendo informações que permitam fazer uma análise e intervenção efetivas.

Assim, o coach é o profissional especializado em perceber oportunidades. Ele pode ajudar a:

  • identificar o colaborador mais competente para assumir determinado cargo;
  • levantar necessidades de capacitação;
  • potencializar a produtividade de todos.

Dessa maneira, o coaching empresarial está se tornando uma ferramenta indispensável para as empresas que desejam otimizar seus resultados. A área oferece diversos conhecimentos e técnicas interessantes para melhorar a gestão de pessoas e aumentar o desempenho das equipes.

Qual é a relevância desse profissional no mercado?

A área de coaching e gestão por competências está em ascensão nos últimos anos, tornando-se bastante atrativa para os profissionais que têm interesse no gerenciamento de recursos humanos. Todo esse avanço não é à toa. Essas técnicas têm muito a contribuir para a competitividade das empresas.

O conhecimento de coaching tem sido usado, principalmente, para maximizar a performance de líderes e gestores. Afinal, os empresários precisam garantir que os cargos de liderança sejam ocupados por pessoas competentes. Além das habilidades técnicas, desenvolver competências comportamentais e emocionais é fundamental. Veja alguns aspectos que podem ser conquistados:

  • autoconfiança;
  • liderança;
  • visão analítica;
  • resolução de problemas;
  • assertividade;
  • comunicação;
  • otimização dos resultados.

Esses são os diferenciais do coaching e da gestão por competências. E sua atuação não se limita às pessoas que exercem função de liderança. Com o tempo, o trabalho ganhou relevância nos diversos níveis da empresa. Assim, ele proporciona o aumento do desempenho de todos os funcionários e facilita a retenção de talentos na organização.

Com tudo isso, o profissional de coaching tem se tornado não apenas desejado, mas indispensável em uma organização. Como falamos no início do post, os recursos humanos são a parcela mais estratégica em uma empresa. E não há profissional mais capacitado para gerir esse aspecto do que o coach.

Como se capacitar para atuar na área?

Se você está interessado em aproveitar as vantagens dessa profissão, é hora de saber como se habilitar para isso. Tradicionalmente, o campo é ocupado por profissionais ligados aos recursos humanos e à psicologia. Entretanto, cada vez mais pessoas de outras profissões buscam se especializar na área — principalmente aquelas que atuam, ou desejam atuar, em cargos gerenciais.

A profissionalização é feita a partir de cursos de pós-graduação, entre os quais se destaca o MBA. Ao ter essa formação, o profissional desenvolve conhecimentos e competências práticas em negócios, capacitando-se para contribuir com a visão estratégica das empresas.

Fazer um MBA em coaching e gestão por competências proporciona que você desenvolva habilidades sistêmicas e contingenciais para trabalhar com gerenciamento de recursos humanos. Conheça os principais assuntos abordados no curso:

  • ética profissional;
  • fundamentos, princípios e tipos de coaching;
  • evolução, tendências e liderança no processo de gestão de pessoas por competências;
  • gestão de pessoas, de competências e do conhecimento;
  • gestão do paradoxo: mudança e avaliação de desempenho organizacional;
  • atração, recrutamento, seleção e desenvolvimento de pessoas nas instituições;
  • comportamento humano: liderança, motivação e gestão do desempenho;
  • negociação e gestão de conflitos;
  • o estado da arte da liderança e coaching;
  • administração complexa e liderança coaching.

Qual é o perfil do coach profissional?

Você quer saber de que competências precisa para atuar na área ou que habilidades pode desenvolver no curso e na experiência profissional? Uma das principais é a curiosidade. O coach é alguém sempre atento às oportunidades e, para isso, é preciso estar constantemente atualizado e buscando novas informações.

Outra competência que você vai, sem dúvida, desenvolver nessa função é o relacionamento interpessoal. Para trabalhar com coaching, esse é um aspecto essencial. Além disso, a liderança é outro ponto que faz parte do perfil profissional do coach. Saber lidar com pessoas e ter uma postura de líder são capacidades desenvolvidas na área.

A visão analítica e a organização também são qualidades valorizadas nessa profissão. As intervenções do coach visam aperfeiçoar os processos da empresa. Por isso, ele precisa ter um olhar investigativo e saber organizar os dados, traçando metas e elaborando estratégias interessantes.

Percebeu como trabalhar com coaching e gestão por competências é atrativo? A perspectiva para esse mercado é muito positiva, já que, mesmo em momentos de crise, as empresas precisam do profissional para avaliar oportunidades e tomar as melhores decisões. Por isso, essa é uma área bastante vantajosa no mercado.

E então, está interessado em investir nessa formação? Entre em contato conosco e saiba o que podemos fazer pela sua carreira!

Share This