Carreira

Confira os 4 maiores desafios da recolocação profissional

Quando o indivíduo sai do mercado de trabalho, seja por motivos de demissão, de insatisfação no trabalho ou até mesmo de busca por melhores oportunidades, a recolocação profissional certamente se tornará necessária em seguida. Contudo, sabemos que esse é um processo que envolve uma série de desafios.

Isso porque nenhuma mudança costuma ser fácil, o que não poderia ser diferente nesse contexto. Para conseguir se recolocar no mercado profissionalmente, é preciso ter um planejamento e saber driblar os desafios que podem surgir adiante, como a desatualização, a desmotivação e o medo de inovar, por exemplo.

Se você está passando por essa situação, não se preocupe. É justamente pensando nesse assunto que preparamos o post de hoje. Para ajudar você nessa missão, abordaremos a seguir o que é a recolocação profissional e quais são os principais desafios a serem enfrentados ao longo do seu caminho. Vamos lá?

O que é e como funciona a recolocação profissional?

Chamamos de recolocação profissional o processo pelo qual um indivíduo passa para conseguir um novo emprego e, assim, adentrar novamente no mercado de trabalho. É importante ressaltar que, nesse período, é interessante que a pessoa em questão realize ações que tornem mais fácil a conquista desse objetivo. Apresentamos algumas delas abaixo.

Revisar o currículo

Se o profissional já está tentando se recolocar e percebe que já se candidatou para várias oportunidades, mas não há retorno, pode ser que seja necessário fazer uma revisão do currículo.

Entre outras informações essenciais, é preciso que o currículo identifique o objetivo profissional do indivíduo, a área pretendida e, caso julgue necessário, o cargo que ele acredita estar preparado para assumir. Além disso, listar todas as experiências profissionais e responsabilidades, bem como os conhecimentos que adquiriu ao longo dos anos, é fundamental.

Investir em atualizações e qualificações

É fato que as empresas estão cada vez mais dando destaque aos profissionais que buscam por atualização e aprendizado contínuos. Nesse contexto, quem não investe em qualificação, acaba sempre ficando um passo atrás da concorrência.

Para se recolocar no mercado, é ideal que o profissional procure aperfeiçoar ainda mais suas competências e habilidades, se especializando em sua área e se preparando para atender as demandas da atualidade.

Saber fazer networking

Contar com uma boa rede de contatos (ou network) pode ser um fator decisivo para a recolocação profissional. Isso porque são justamente essas conexões que poderão acabar indicando você a oportunidades que se encaixem em seu perfil profissional, facilitando assim o seu contato com as empresas.

Embora essas sejam apenas algumas ações úteis para guiar o profissional ao longo do processo de recolocação, é preciso entender que não existe uma fórmula pronta ou uma maneira definitiva que permita o reingresso no mercado ou a conquista da vaga dos sonhos.

É necessário manter o foco e o planejamento, estando também preparado para lidar com os desafios que possam aparecer durante o processo. É sobre eles que falaremos no próximo item.

Quais são os principais desafios da recolocação profissional?

1. Insatisfação com o mercado de trabalho

A insatisfação com o mercado de trabalho é algo cada vez mais comum nos dias de hoje. Pense: quantas vezes você mesmo já não se deparou com os termos “crise”, “instabilidade econômica” e afins quando o assunto é a situação atual do país? Experimente buscar por essas palavras em sites de busca e verá como os resultados são desanimadores.

Para driblar esse empecilho, experimente ler sobre cases de sucesso de pessoas que, por exemplo, foram em busca de seus sonhos e abriram o próprio negócio em meio as supostas adversidades do cenário atual ou de indivíduos que conseguiram superar os desafios da recolocação profissional e hoje estão felizes em suas ocupações.

Trata-se de uma forma de se inspirar e começar a dar seus primeiros passos em um processo que exige planejamento e coragem, como a recolocação profissional.

2. Ausência de metas e objetivos para a carreira

O planejamento é essencial em vários aspectos de nossas vidas, o que não poderia ser diferente quando o assunto é o âmbito profissional. Se o seu desejo é conseguir se recolocar profissionalmente, traçar metas e objetivos, bem como apontar o que será feito para que eles saiam do papel, é definitivamente um dos primeiros passos a serem tomados.

Tenha em mente que a falta de objetivos é um dos desafios mais comuns para quem se encontra em processo de recolocação. Sem eles, as chances de que o profissional acabe em um emprego que não lhe trará satisfação são claramente mais altas. Nesses casos, a sensação de que tudo o que foi feito para a conquista do novo emprego foi em vão é desanimadora.

Sendo assim, é primordial refletir em um primeiro momento sobre as suas expectativas, traçar metas e planejar passos para alcançá-las, tendo assim a motivação necessária para mudar de vida.

3. Falta de investimento em qualificação profissional

Como já mencionamos, o mercado de trabalho vem exigindo cada vez mais dos profissionais em termos de capacitação. Nesse sentido, a falta de investimento em qualificação pode acabar sendo um grande empecilho quando se busca por uma recolocação.

Já pensou em se tornar um especialista fazendo uma pós-graduação? Ou até mesmo ingressar em cursos de qualificação e capacitação para aperfeiçoar seus conhecimentos? Trata-se de investimentos de alto retorno positivo, já que o conhecimento é geralmente uma das chaves para se crescer dentro de uma carreira, conquistando bons cargos e, consequentemente, boas remunerações.

Contudo, para colher os frutos dessa ação, não se esqueça de optar por uma instituição de ensino séria, de qualidade e com boa penetração no mercado.

4. Medo de mudanças

O medo do desconhecido é um fator desanimador para muitos profissionais que desejam reingressar no mercado. É comum encontrar pessoas que preferem deixar as coisas como estão porque preferem não se arriscar, mesmo que as promessas sejam de melhorias.

É também frequente se deparar com profissionais frustrados que, por medo de perder fatores de segurança como a estabilidade, abrem mão de sua capacidade e passam suas carreiras no mesmo emprego para sempre, fazendo as mesmas coisas por medo de se arriscar e falhar.

Saiba que esse é um grande empecilho, e precisa ser trabalhado para que a recolocação ocorra com sucesso. É preciso enxergar a mudança como um fator positivo e que pode ser a chave para a sua satisfação profissional e pessoal.

Viu só como a recolocação profissional, apesar de ser um caminho com desafios a serem driblados, não precisa ser um bicho de sete cabeças? Leve em conta os principais aspectos citados ao longo do post e saiba adotar as melhores atitudes para se recolocar no mercado. Dessa forma, temos a certeza de que o caminho para o sucesso estará mais próximo do que você imagina!

Como você pode perceber, a falta de atualização e capacitação pode ser um dos desafios para quem quer se recolocar profissionalmente. Pensando nisso, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais e ajude seus amigos e colegas que também estão buscando se recolocar no mercado profissional!

 
Share This