Carreira

Descubra a importância de investir em desenvolvimento profissional

É uma tendência natural do ser humano fazer planos e traçar metas. E, embora saibamos que a vida real não pode ser roteirizada, na maioria das vezes, as nossas projeções preveem desfechos felizes.

Quando se trata de trabalho, não é diferente. Ao ingressar em uma carreira, todos nós imaginamos uma trajetória ascendente: a longo prazo, o objetivo é ter conquistado a estabilidade financeira, estar ocupando um cargo de liderança e ser reconhecido interna e externamente pelo seu desempenho.

Mas o que você faz, efetivamente, para transformar seus objetivos em realidade? Uma das maneiras mais eficientes de colocar isso em prática é investir em desenvolvimento profissional.

No post de hoje, entenda como esse tipo de iniciativa pode agregar ainda mais valor ao seu currículo!

O que é desenvolvimento profissional?

Via de regra, o desenvolvimento profissional pode ser entendido como um processo no qual o indivíduo participa de iniciativas para aprimorar habilidades e competências utilizadas no exercício de suas atividades laborais, qualquer que seja o seu ramo de atuação.

Na prática, isso significa, por exemplo, participar de treinamentos, cursos e outras atividades promovidas pela empresa para incentivar a adoção de melhores práticas no ambiente de trabalho, de modo a fornecer ao colaborador conhecimentos que o capacitem a alcançar melhores resultados.

Por outro lado, é um equívoco lembrar-se do desenvolvimento profissional apenas quando a empresa proporciona essa oportunidade. O bom colaborador é aquele que, mesmo desfrutando de uma situação estável, não se acomoda e lança mão de estratégias variadas para atualizar seus conhecimentos.

Nesse contexto, recomenda-se também a matrícula em um curso de pós-graduação — seja uma especialização, MBA ou um programa stricto sensu (Mestrado ou Doutorado) — ou de idiomas, para aprimorar a sua fluência em uma língua estrangeira.

Esse cuidado é especialmente importante para quem já trabalha ou almeja um cargo em uma multinacional, uma vez que empresas desse porte possuem acordos comerciais com diversos países, espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Por que a qualificação é cada vez mais valorizada pelas empresas?

Em um mercado caracterizado pelo crescente nível de exigência dos consumidores, as empresas se veem diante da necessidade de elevar seus padrões de qualidade. Nesse sentido, a oferta de produtos, serviços e principalmente um atendimento de excelência transformou-se em um parâmetro para atrair e fidelizar clientela.

Alinhados a esse cenário, os processos seletivos organizados pelas empresas estão cada vez mais rigorosos. Em outras palavras, os recrutadores estão incrementando as suas estratégias para encontrar o candidato cujo perfil melhor se adeque àquela vaga: a escolha deve ser certeira!

Dessa maneira, não é de se estranhar que os indivíduos comprometidos em alcançar o desenvolvimento profissional obtenham vantagens frente aos inúmeros concorrentes. Ao adotar essa postura, eles ampliam suas chances de avançar ao longo das etapas que compõem o recrutamento.

Afinal de contas, quando o candidato acumula uma sólida base de conhecimento, é bastante provável que ele já consiga se posicionar diante dos mais variados desafios com autonomia — ao contrário do que acontece com um trainee, por exemplo.

Isso significa que, ao menos em um primeiro instante, a empresa não precisará se preocupar em treiná-lo: ele já inicia a sua trajetória na organização preparado para a atividade que vai exercer.

Quais os benefícios dessa conduta e quando colocá-la em prática?

Acima de tudo, o interesse pelo desenvolvimento profissional deve ter como principal motivação o desejo em explorar todo o seu potencial para construir uma reputação positiva, que o transforme em um referencial de credibilidade em sua área de atuação.

Em outras palavras, isso significa que, mesmo que um dia você deixe o seu atual emprego, ainda poderá se beneficiar de tudo o que aprendeu para o exercício daquela atividade, ratificando a máxima de que o patrimônio mais valioso que o ser humano pode acumular ao longo da vida é o conhecimento.

Assim sendo, é preciso reconhecer a necessidade de buscar a qualificação continuamente. E, mediante as facilidades oferecidas pela tecnologia, é possível aprender sem sair de casa ou do escritório: já existem vários programas de capacitação a distância.

Esse comprometimento deve ser colocado em prática em várias ocasiões ao longo da vida: o encerramento de um ciclo acadêmico não deve significar o fim da jornada rumo ao conhecimento. O quanto antes você começar ou retomar o investimento em si mesmo, melhor!

Veja alguns benefícios advindos da adoção dessa conduta:

Mais prestígio junto aos superiores

A partir do momento em que o colaborador demonstra empenho em alcançar o desenvolvimento profissional espontaneamente, a empresa tende a enxergá-lo como um indivíduo interessado. Uma postura proativa pode se converter em um atalho para melhores oportunidades, além de se tornar uma ótima estratégia de marketing pessoal.

Em outras palavras, a organização passa a entender que, se for preciso assumir um novo cargo, de maior importância hierárquica, você não medirá esforços para corresponder plenamente às expectativas que esperam de você.

Desenvolvimento de um olhar inovador e diferenciado

Quanto maior for o grau de especialização de um profissional, mais apurado será o seu olhar. O conhecimento acumulado permitirá que você faça diagnósticos mais precisos, sendo capaz de trafegar entre aspectos genéricos ou específicos com a mesma desenvoltura e versatilidade.

Em outras palavras, pode-se concluir que o aprimoramento das habilidades possibilita a fuga do lugar-comum, ou seja, você deixará de ter reações automáticas e conseguirá contextualizar cada cenário, analisando os possíveis desdobramentos de suas decisões.

Depois de todo esse processo, o caminho natural é a proposição de soluções inovadoras para os impasses, problemas e desafios que surgirem em seu dia a dia. E a boa notícia é que quanto mais você exercita suas habilidades, melhores elas ficam.

Oportunidade para sair de sua zona de conforto

Por último, destaca-se que o desenvolvimento profissional é um indicador de que você não tem medo de deixar sua zona de conforto. Mesmo quando o trabalhador chega a um cargo hierarquicamente importante, não deve se acomodar: é importante realizar uma autoavaliação com frequência.

A necessidade de se atualizar fica ainda mais evidente quando lembramos da incorporação da tecnologia às mais diversas práticas profissionais, obrigando o profissional a se submeter a uma espécie de reciclagem para que consiga extrair o máximo proveito possível dos novos recursos, convertendo-os em benefícios para o seu público.

Agora que você já compreendeu a importância de investir no seu desenvolvimento profissional, entre em contato conosco e descubra como o Instituto Pró Saber pode ajudá-lo a concretizar seus objetivos!

 

Share This