Carreira

Gestão em Saúde Pública: por que se especializar nessa área

A Gestão em Saúde Pública é um setor em expansão, por isso é uma boa escolha para quem busca uma especialização. A área de atuação do profissional é ampla — ele pode trabalhar com o gerenciamento de instituições de saúde públicas e privadas, políticas públicas, estudo da distribuição dos serviços de saúde, além da coordenação de setores, como vigilância sanitária e saneamento básico.

Ficou interessado em fazer essa pós-graduação? Acompanhe nosso post e descubra por que a Gestão em Saúde Pública é uma carreira promissora!

Atuação como gestor

Se você tem o perfil de liderança, pode apostar nesse curso de especialização, pois, como o próprio nome já diz, você será preparado para atuar como gestor de instituições de saúde públicas ou privadas.

O profissional pode trabalhar no gerenciamento de orçamento, pessoas, materiais, equipamentos, condições do espaço físico, processos burocráticos, políticas públicas, entre outros aspectos — tudo para garantir a qualidade dos serviços, mais eficiência nos processos organizacionais e, consequentemente, o bom atendimento aos usuários.

Realização do trabalho de pesquisa

A formação nessa especialidade permite ao profissional trabalhar também no campo da pesquisa, realizando análises em epidemiologia, bioestatística, indicadores de saúde e outros dados de grupos populacionais. Dessa maneira, pode avaliar a transmissão de doenças, índices de mortalidade, comportamento de agentes vetores, políticas de Saúde da Família, entre uma série de dados.

Os resultados desses trabalhos são muito importantes, pois podem subsidiar setores do Governo na adoção de políticas públicas e outras estratégias para controle de doenças — como campanhas de vacinação — bem como indústrias farmacêuticas.

Formação para quem é de outra área

A gestão na área da saúde pública é bastante complexa, principalmente devido às dificuldades orçamentárias que esse setor enfrenta, por isso o mercado exige um profissional especializado. No entanto, esse gestor não precisa ser, necessariamente, da área da saúde.

A gestão de instituições pode ser feita por quem se graduou em Medicina, Enfermagem, Nutrição e outras áreas da saúde, mas também para aqueles com diploma em Administração, Economia, Engenharia, Direito, Serviço Social, entre outras formações.

Perfil profissional

Dessa forma, quem busca novos desafios, oportunidades profissionais e ainda tem o perfil de liderança e pretende trabalhar em instituições de saúde, pode apostar sem medo nesse curso de pós-graduação.

É importante que o profissional seja proativo, goste de trabalhar com pessoas e delegar funções, tenha uma visão estratégica, habilidade de negociação e comunicação e consiga propor soluções.

Falta de profissionais de Saúde Pública no Brasil

Se você busca uma área com boas perspectivas profissionais, a especialização em Gestão de Saúde Pública é uma boa escolha. O crescimento do número de estabelecimentos e de usuários dos serviços de saúde tem exigido especialistas para fazer um gerenciamento eficiente.

Isso porque a administração dessas instituições demanda estratégias diferenciadas, visto que trabalha com a vida das pessoas. Além disso, não é segredo para ninguém que um dos pontos que dificulta o bom andamento das ações de Saúde Pública no país é a má gestão dos recursos e um dos motivos desse quadro é, justamente, a falta de profissionais capacitados nessa área.

Mercado em expansão

O profissional pode trabalhar em nível municipal, estadual ou federal na gestão pública de serviços de saúde, bem como no setor privado. De acordo com dados de janeiro de 2018 da Confederação Nacional de Saúde (CNS), o Brasil conta com mais de 312 mil serviços de saúde — públicos e particulares. Em relação ao número de hospitais, são mais de 6 mil, sendo 70% deles privados.

São estabelecimentos que precisam de um especialista em Gestão de Saúde Pública para que a administração seja, de fato, eficiente.

O gestor de Saúde Pública pode trabalhar em diferentes estabelecimentos, como:

  • hospitais públicos e privados;

  • unidades básicas de saúde;

  • Ministério e Secretarias de Saúde;

  • clínicas;

  • laboratórios;

  • casas de repouso e de reabilitação;

  • operadoras de plano de saúde;

  • empresas de seguro de saúde;

  • empresas que prestam consultoria na área da saúde;

  • indústrias de equipamentos médicos;

  • indústrias farmacêuticas.

Possibilidade de fazer a diferença

Com essa pós-graduação, profissionais de diferentes áreas podem fazer a diferença no mercado. É uma formação bem direcionada, na qual o profissional adquire conhecimento a respeito da evolução da assistência à saúde no Brasil, da visão geral do Sistema Único de Saúde (SUS), de estratégias administrativas em diferentes níveis da saúde, entre outros pontos.

São, portanto, temas que permitem uma reflexão acerca das políticas públicas brasileiras no contexto socioeconômico, político e cultural, contribuindo assim para que o gestor realize um trabalho de qualidade.

Acompanhe a seguir algumas das disciplinas dessa pós-graduação:

  • Epidemiologia e vigilância em saúde no Brasil;

  • Planejamento e avaliação das ações de saúde;

  • Programa de Saúde da Família;

  • Políticas e organizações dos serviços de saúde;

  • Sistemas de informações gerenciais em saúde.

Valorização do currículo

Quem quer se destacar e busca novas possibilidades de carreira precisa investir em um curso de especialização ou MBA. O mercado está exigente e ter uma pós-graduação tornou-se pré-requisito para muitos cargos, especialmente de liderança e gestão.

Dessa maneira, buscar esse tipo de qualificação deve fazer parte do plano de carreira de quem busca a ascensão profissional.

Opção de estudar a distância

Muitos profissionais sabem da importância de buscar qualificação, mas não conseguem organizar a agenda para cursar uma especialização.

Mas não é preciso desistir dos seus objetivos de carreira se você deseja fazer a pós-graduação na área de Gestão de Saúde Pública — isso porque existe a oferta desse curso na modalidade EAD (ensino a distância), ou seja, dá para encaixar os estudos na rotina agitada.

Você consegue assistir às aulas e realizar outras atividades propostas nos horários e locais mais convenientes. É uma flexibilidade que ajuda quem já está no mercado de trabalho, pois é possível acompanhar o curso de forma online.

A Gestão em Saúde Pública é, portanto, uma área com boas perspectivas profissionais e tem a vantagem de estar aberta para profissionais de diferentes formações. Se você busca administrar instituições de saúde e coordenar equipes e serviços, avalie a possibilidade de cursar essa especialização.

Quer mais detalhes desse curso de pós-graduação na modalidade EAD? Entre em contato com o Instituto Pró Saber e conheça todos os diferenciais dessa formação!

 

Share This