Carreira

Insatisfação no trabalho: 7 sinais de que você deve mudar de emprego já!

O despertador toca e o que passa na mente é “não quero sair da cama!”. Já não existe aquela motivação para fazer o melhor em cada tarefa ou, ainda, há uma sensação de desvalorização profissional? Esses são alguns sinais de insatisfação no trabalho.

Quando esses fatos passam de situações isoladas e começam a ser rotina, algo está errado. E ninguém deseja passar 8 horas de um dia fazendo algo que não traz realização, não é mesmo? Nesse caso, para muitas pessoas a solução é procurar uma nova colocação no mercado de trabalho.

Se esse é o seu caso, listamos neste post 7 sintomas que provam que você deve mudar de emprego. Confira!

7 sinais de que você deve mudar de emprego

1. Você sente mau humor prolongado

Sentir mau humor em alguns dias é algo natural. Afinal, todos têm alguns momentos ruins e problemas para resolver. Porém, o risco está quando esse sentimento dura vários dias, depois é estendido por semanas ou até meses. Esse estado pode ser ocasionado por noites mal dormidas por quem precisa conciliar trabalho e estudos da pós-graduação, por exemplo.

Porém, ninguém gosta de conviver com uma pessoa com o comportamento desagradável. Se é algo ruim para quem sente, acaba sendo ainda pior para os colegas de equipe que precisam conviver diariamente com alguém que não está feliz. Além disso, é mais grave quando o mau humor afeta os familiares, amigos e parceiros.

2. Você fica entediado rápido

Uma pessoa que ama seu trabalho não vê a hora passar. Isso porque ela está tão engajada em suas atividades que chega a hora do almoço ou o horário de saída de forma natural. Se o seu trabalho está deixando você entediado, existem duas explicações: ou a atividade é fácil demais ou você não gosta do que faz.

O primeiro problema mostra que suas habilidades não estão sendo exploradas ao máximo. Já o segundo é um grande sinal de que aquele cargo não é o mais indicado para você. Esse sintoma vem acompanhado de fugas para as redes sociais e pausas prolongadas para o café. Isso, com certeza, atrapalha sua produtividade no trabalho.

É importante lembrar que pode sim ocorrer de um dia ou outro você ficar entediado, mas quando se repete diversas vezes, provocando uma insatisfação no trabalho, isso pode ser considerado um problema a ser solucionado.

3. A empresa não anda bem

Nesse caso, sua insatisfação no trabalho pode não ser relacionada ao cargo que você está exercendo, e sim com a companhia na qual trabalha. Talvez a instituição não ofereça um bom plano de carreira ou não esteja bem financeiramente. Nesse caso, pode ocorrer uma falta de perspectiva de crescimento ou ainda a sensação de desvalorização por receber um salário muito baixo.

Observe à sua volta e veja se outras pessoas também estão sentindo o mesmo. Analise se há uma grande rotatividade de pessoal e se quase ninguém permanece muito tempo na empresa. Se isso ocorrer, então repense sobre continuar na corporação.

4. Você tem descuidado da sua vida pessoal

Ao eliminar atividades prazerosas do seu dia, um trabalho que está ruim acaba ficando ainda pior. Não é normal evitar sair com os amigos ou querer ficar todo o horário livre dormindo em casa. Outro caso grave é quando o trabalho toma todo o tempo disponível, e você acaba deixando outras atividades de lado, como esportes, estudos e relacionamentos.

Em situações mais graves, pode ocorrer uma fuga para vícios que promovem um alívio instantâneo. Nesse caso, pode ser álcool, cigarros ou jogos. Porém, com o tempo, essas distrações acabam com a sua saúde e levam a sua paz.

5. Tem um ambiente de trabalho nocivo

O seu local de trabalho está rodeado de pessoas nocivas? Existem muitas intrigas e boatos nos corredores? Você tem a sensação de que alguém da equipe está querendo prejudicar seu desempenho? Esse pode ser o grande motivo para sua insatisfação no trabalho.

É muito complicado conviver com pessoas negativas ou que estão sempre tentando conseguir vantagens dos outros. Diante disso, você pode tentar ser sincero com os colegas ou relatar os acontecidos a um superior. Se nada mudar, então é mais uma razão para você buscar outro emprego.

6. Você perdeu a vontade de trabalhar

Quando alguém tem paixão pelo que faz, busca sempre melhorar e investir nos estudos de acordo com sua área de atuação. Se você já está agindo no automático e não sente vontade alguma de aperfeiçoar seus conhecimentos, é hora de pensar um pouco.

O ideal é que seu emprego proporcione a você uma sensação de estar participando de uma missão. Dessa forma, ao realizar aquelas atividades diárias, você sente que contribuiu para melhorar a vida de outras pessoas. O sentimento de propósito é o que mantém longe a insatisfação no trabalho.

7. Fica doente com frequência

Esses efeitos podem ser um ganho excessivo de peso, por buscar fuga na comida. Ou ainda, cansaço extremo a ponto de evitar atividades físicas ou outras que praticava antes. E dessa forma, pode evoluir a um grau tão perigoso a ponto de gerar um quadro de depressão ou ansiedade.

Quando o corpo começa a sentir os efeitos da insatisfação no trabalho, é hora de avaliar bem os prós e contras. Ainda que aquele emprego seja uma boa fonte de renda, será que vale a pena sacrificar a sua saúde?

Como acabar com a insatisfação no trabalho

Para acabar com a insatisfação no trabalho, você pode tentar remediar os sintomas. Se forem pessoas tóxicas, tentar trocar de setor é uma saída. Caso seja falta de motivação, mudar a forma com que encara aquelas tarefas pode ajudar. Para isso, pense em quantas pessoas estão sendo auxiliadas direta ou indiretamente pelo seu trabalho.

Se você está ficando doente com frequência, o problema pode estar não no cargo em si, mas no exagero de horas trabalhadas. Para isso, basta organizar melhor sua agenda e não trabalhar fora de hora ou levar atividades para casa.

Hora de mudar de emprego

Porém, ainda que esteja aplicando essas soluções, se você continuar sentindo insatisfação no trabalho, é hora de mudar de emprego. Avalie se a dificuldade está no local em que trabalha ou no cargo em si. Se o segundo motivo for mais forte, talvez seja hora de fazer uma mudança completa e buscar outra área de atuação de acordo com o seu perfil profissional.

O trabalho ocupa grande parte da vida de uma pessoa. Não adianta estar ganhando bem e ter problemas de saúde ou sentir infelicidade diariamente. Se você sente que aquele emprego está lhe fazendo mal, não tenha medo de procurar uma melhoria. Você merece ser feliz e deve buscar isso como objetivo de vida.

Gostou do artigo e está considerando uma mudança de área ou de emprego? Antes de tomar o próximo passo, aproveite para conferir como fazer uma autoavaliação profissional!

 

Share This